domingo, 7 de outubro de 2012

Edinho - Oficial de Justíça Corrupto

Prezado eleitor de Itaboraí:

Preste bem a ateção na cara deste homem que vive em Jardim Idália, em Itaboraí e que se diz ser oficial de justiça:
Cuidado, pois são pessoas inescrupulosas, que estão fazendo de tudo para enriquecer ilicitamente, e podem destruir a sua vida também, assim com fez com outras pessoas em Itaboraí:
  



    




O candidado a vereador Edinho "oficial de justiça" mancomunhado com seu irmão, conhecido pelo apelido de Marquinho, "O bombeiro", retiram em causa própria a moradia de uma família, induzindo o Juiz Dr. Prevot a um dos maiores erros da justíça, cabendo inclusive ao ministério público.
-Anteriormente o Marquinho "bombeiro" tentou tirar a família da propriedade com utilização da força, pois invadiram o imóvel, acompanhados de diversos capangas armados, com uma retroescavadeira, e botaram armas na cabeça, inclusive de crianças. Hoje em dia o Marquinho "bombeiro" responde a um processo pelo fato acima e nunca é encontrado pelos oficiais de justiça, mancomunhado com Edinho "oficial de justiça".

Abaixo a foto da família que teve sua vida destruída por conta das atrocidades de Marquinho "bombeiro" e seu imão Edinho "oficial de justiça:














 As fotos abaixo denunciam o estado de miséria em que a família se encontra nos dias atuais, vivendo como indigentes depois de serem expulsos de sua casa pelo bandido "Capitão do Corpo de bombeiro de Itaboraí, vulgo Marquinho, o bombeiro:

Marquinho "Bombeiro", candidato derrotado na última eleição, pois toda a população do Bairro Apolo e adjacências sabem das atrocidades que ele comete, entre outras podemos citar: 
  • Invadiu, como de costume, o terreno que hoje funciona o "Piscinas Bar Verão 40º", deixando o verdadeiro proprietário na merda.
  • Pegou comprovadamente proprina de diversos comerciantes do Apolo, a fim de legalizá-los no corpo de bombeiros, o que não fez até hoje.
  • Nunca deixe entrar em sua casa, pois ele repara tudo, perguntando quanto foi, onde de você comprou, etc...
  • Marquinhos "bombeiro", principal cabo eleitoral de seu irmão Edinho "oficial de justiça", é atualmente o Comandante de corpo de bombeiro de Itaboraí, que se esconde para fugir da responsabilidade no processo por ter entrado com pessoas armadas no imóvel e deixado ao relento em frente à casa deles, uma família, inclusive com um recém -nascido.
  • O Major Marcos Vieira (Marquinhos "bombeiro") é aquele que você vê nos outdoors espalhados por Itaboraí, fazendo propaganda política, que apesar de desmonstrar nitidamente "sinais exteriores de riqueza", está sendo defendido pela defensoria de Itaboraí, no processo acima citado , não compadecendo a nenhuma audiência, pois os oficiais de justiça nunca o encontram. Isso é prova que Itaboraí é uma "terra de ninguém".

     CARO ELEITOR, VEJA SE VOCÊ SE APROVA ESSA SITUAÇÃO OU NÃO. REFLITA MUITO BEM ANTES DE VOTAR, POIS SÃO PESSOAS QUE QUEREM SE DAR BEM A TODO CUSTO, NÃO IMPORTANDO A QUEM PREJUDICAR.  
    


sábado, 21 de maio de 2011

Cabral apoiará reeleição de Soares em Itaboraí


Cabral apoiará reeleição de Soares em Itaboraí

O Teatro Municipal de Itaboraí foi o palco de um encontro político que anunciou o apoio do governador Sérgio Cabral à reeleição do prefeito Sérgio Soares (PP) nas eleições do ano que vem. A confirmação foi dada pelo próprio chefe do Executivo, ao senador Francisco Dornelles (PP-RJ) e deputado federal Alexandre Santos (PMDB-RJ), que participaram do evento....

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Jovem degolada por cunhado é enterrada em Itaboraí


Jovem degolada por cunhado é enterrada em Itaboraí

Uma crise de ciúme pode ter motivado a morte de estudante Geisyane Silva Pontes, 15 anos, assassinada a facadas pelo cunhado, Paulo Ferreira Pessoa, 19, após um emboscada, em Visconde de Itaboraí, na noite de segunda-feira. Geisyane mantinha um relacionamento com o irmão do assassino, o estofador Fabiano Ferreira Pessoa, 27, há cerca de quatro meses....

Acusado de roubar caminhão é perseguido e preso em Itaboraí


Acusado de roubar caminhão é perseguido e preso em Itaboraí

Após perseguição, Valdiney da Silva Santos, 31 anos, foi preso, ontem, em Itaboraí, acusado de furtar um caminhão baú em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com a polícia, o motorista tinha a cobertura de quatro bandidos num Monza de cor escura, que conseguiram fugir. Policiais do 35º BPM (Itaboraí) interceptaram o veículo na BR- 493 (Manilha-Magé), no Gebara, após serem acionados pelo proprietário.

Segundo testemunhas, o caminhão baú, marca Ford, foi furtado, por volta das 4h, no bairro Santa Lúcia. O veículo estava estacionado em frente à residência do dono. O filho dele percebeu a ação dos bandidos, que chegaram a fazer disparos em direção à casa, após o furto....

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Tragédia em família em Itaboraí


Tragédia em família em Itaboraí

Uma tragédia em família acabou com sonho de casamento da estudante Geisyane Silva Pontes, 15 anos. De acordo com a polícia, Geisyane foi degolada pelo cunhado, Paulo Ferreira Pessoa, 19, na noite de segunda-feira, em Visconde de Itaboraí. O corpo da estudante foi encontrado pelo namorado, o estofador Fabiano Ferreira Pessoa, 27, na madrugada de ontem, num matagal, às margens da Avenida Presidente Médici.

Paulo, que chegou a ir ao velório da cunhada e consolado o irmão, foi preso, ontem à tarde, por agentes do Setor de Inteligência (P-2) do 35º BPM (Itaboraí). Ele foi conduzido à 71ª DP (Itaboraí), onde confessou ter matado a estudante. ...

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Itaboraí rejeita candidatos de fora

Itaboraí rejeita candidatos de fora

A transformação de Itaboraí num ‘eldorado’ por causa dos R$ 8,5 bilhões investidos pela Petrobras na construção do Comperj está fazendo com que a cidade vire uma ‘importadora’ de políticos, que estão transferindo seus domicílios eleitorais para o município, de olho na sucessão do prefeito Sérgio Soares (PP), em 2012. Nos últimos meses, alguns políticos com reduto eleitoral em São Gonçalo, ‘fixaram’ residência em Itaboraí.

Um deles alugou um apartamento no centro da cidade e vem utilizando um jornal com circulação local para atacar a atual administração e mostrar seu ‘cartão de visitas’.[blolquear]

Mas parece que essa ‘importação’ de candidatos à sucessão municipal não está agradando a população de Itaboraí. O presidente da Câmara Municipal, vereador Lucas Borges (PMDB), mostrou ser um ferrenho opositor desta manobra política. “Acho isso um absurdo. Quando, em 2001, Itaboraí foi considerada a cidade mais miserável do estado, estes políticos nada fizeram pelo município. Agora que Itaboraí caminha para a prosperidade, eles alugam imóveis na cidade e querem se eleger prefeito. Isso é enganar a população”, disse Lucas.

Nas ruas a opinião é semelhante. Numa enquete realizada pela reportagem de O SÃO GONÇALO, eleitores ouvidos disseram que não votariam em um candidato que viesse de fora. Assim como Lucas Borges, a estudante Tainá Araújo, 15 anos, que votará pela primeira vez em 2012, disse que Itaboraí precisa de um prefeito inserido na realidade da cidade e não um ‘importado’ de outra cidade.

Legislação - De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), qualquer político que deseja concorrer a um cargo eletivo em outro município, deverá mudar o seu domicílio eleitoral um ano antes do pleito e comprove efetivamente que resida na cidade.


Trio 'roda' após assaltos em Itaboraí


Acusados de diversos roubos, dois homens foram presos e um menor apreendido por policiais do 35º BPM (Itaboraí), na madrugada de ontem, após perseguição pela Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), em Marambaia. De acordo com os PMs, lotados no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Itambi, o trio estava num Chevette cinza e teria acabado de assaltar um casal em Santa Luzia. Marcos Felipe Cardozo Mendes, 22 anos, Luiz Cláudio de Oliveira Ilhames, 26, e o adolescente, 17, foram interceptados num posto de gasolina.

A ação foi deflagrada após denúncia anônima. Dentro do veículo foram recuperados a bolsa da vítima, R$ 35 e o celular. O trio foi encaminhado à 74ª DP (Alcântara), onde foi reconhecido e autuado por roubo.